29 de mar de 2010

fatos que se repetem

Em 2006, conheci um caa, me apaixonei, tivemos um relacionamento adolescente turbulento de três meses e tudo acabou. Eu tinha cabelo comprido, muito comprido, que ele jurava adorar e pedia que, em hipótese alguma, eu cortasse. Eu amava aquele cabelão e não foi dificíl acatar seu pedido. Não acabou muito bem esse nosso affair. Eu corri atrás dele um tempo depois e não deu resultado. Desencanei e resolvi não falar mais com ele, mas queria mostrar que eu não estava triste. O que eu fiz? Cortei o cabelo exatamente 1 ano após nosso primeiro beijo. Mandei uma mensagem no celular dele de um número que ele não conhecia com o seguinte texto: "Feliz 1 ano!". Ele sacou. E no dia seguinte, segunda-feira, eu estava ansiosa para chegar no colégio. Pq? Ele trabalhava lá, oras! Deixei meu cabelinho chanel todo bonitinho porque ele ia notar, ele ia entender ele não era tão burro. E nesse dia, eu soube que ele tinha sido demitido. ¬¬

Três anos depois, a gente se reencontrou praticamente na mesma data... apenas 4 dias depois. E namoramos sério e blá, blá blá, terminou mal. Enfim, isso foi só pra concluir a minha história.

Mas o fato engraçado é que alguém cortou o cabelo (quase o mesmo corte, aliás) pelo mesmo motivo. Eu achei legal a atitude (afinal eu fiz o mesmo!) mas só espero que ele veja antes que o cabelo cresça demais! Huahuahuahauh!


O meu, na época, ficou assim:

ps: peguei a foto do meu antigo fotolog e notei que as músicas que eu ouvia nessa época revolts são as mesmas que eu baixei semana passada porque precisava de um apoio emocional. no mínimo, intrigante.

Nenhum comentário: